O reconhecimento de uniões estáveis não monogâmicas — ou seja, entre mais de duas pessoas vivendo sob o mesmo teto — deve voltar na próxima segunda (21/05) à discussão no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O resultado do julgamento vai…