DEPUTADAS PROMOVEM PAINEL DE DEBATES SOBRE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NA PANDEMIA

A Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados, por meio da Procuradoria da Mulher, promove nesta sexta-feira (6), às 15 horas, um painel de debates sobre o tema “Aumento da violência contra a mulher durante a pandemia”. O painel integra a programação de atividades do “Agosto Lilás”, mês de conscientização sobre o enfrentamento da violência contra as mulheres.

Neste mês de agosto, também são celebrados os 15 anos da Lei Maria da Penha, considerada legislação de referência mundial no combate à violência contra a mulher. Segundo a procuradora da Mulher da Câmara, deputada Tereza Nelma (PSDB-AL), ainda que a lei seja considerada uma das mais eficientes, há muito o que avançar para alcançar sua efetividade em todo o País. “Infelizmente, os indicadores apontam para uma triste realidade de quem todos os dias enfrenta o assédio, a ameaça e até mesmo a morte, pelo simples fato de ser mulher”, afirmou a deputada.

Agressões
Em 2020, a cada minuto, oito mulheres foram agredidas. Pesquisa do Instituto Datafolha, encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, revelou que ao menos 17 milhões de brasileiras (24,4%) sofreram algum tipo de violência ou agressão durante a pandemia de Covid-19.

O percentual de mulheres agredidas no ano passado indica que uma a cada quatro mulheres com idade acima de 16 anos foi atacada fisicamente, psicologicamente ou sexualmente no primeiro ano da crise sanitária. “A situação se agravou pela dificuldade de denúncias presenciais, o que impacta também nos registros e notificações de ocorrências”, disse Tereza Nelma.

O evento
Para este o debate foram convidadas a secretária nacional de Políticas para as Mulheres (SNPM) do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Cristiane Britto; Amanda Kamanchek, do Think Olga, organização não-governamental de inovação social com foco em criar impacto positivo na vida das mulheres do Brasil e do mundo; e Samira Bueno, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O painel de debates terá mediação da deputada federal Maria Rosas (Republicanos-SP), 1ª coordenadora adjunta da bancada feminina.

O debate será transmitido pelo canal da Secretaria da Mulher no YouTube e terá transmissão interativa pelo e-Democracia.


Fonte: Agência Câmara de Notícias (06/08/21)

você pode gostar também More from author

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.