AÇÃO CONVIDA CANDIDATOS A ASSUMIREM COMPROMISSOS COM A DEFESA DA VIDA

Candidatos que disputam os cargos de prefeito e vereador nas eleições de 2020 foram convidados pela Rede Nacional em Defesa da Vida e da Família a participar do Programa Nacional de Legisladores pela Vida. Ao assinar o termo de compromisso, os concorrentes declaram que irão defender a vida humana da concepção até a morte natural. Caso seja eleito(a), terá de trabalhar para implementar políticas públicas de apoio à família, à mulher, especialmente às gestantes, à primeira infância e ainda aos idosos em seus municípios.

O termo terá de ser reconhecido em cartório. Na sequência, o candidato deve enviar o documento e uma foto de campanha para o e-mail politicaspelavida@gmail.com. Após a checagem das informações – feita por uma equipe de voluntários – ele (ou ela) receberá, normalmente em até 48 horas, um selo de seu compromisso pela vida para usar na disputa eleitoral. Esse selo também será divulgado nas redes sociais e no site da Rede Nacional.

Cerca de 200 candidatos de várias cidades brasileiras já participam do Legisladores pela Vida. Hanna Zanim, integrante da diretoria de comunicação da Rede Nacional em Defesa da Vida e da Família e coordenadora do Programa Nacional Legisladores Pela Vida, destaca que o compromisso, na realidade, é com o eleitor. Ou seja, com cada brasileiro preocupado com as questões relacionadas à pauta de costumes.

Quem for eleito, terá acesso a cursos gratuitos de capacitação, que englobam a defesa da vida nas áreas jurídica e científica, bioética e o contexto do debate sobre o aborto, entre outros temas. O site da Rede Nacional também terá uma espécie “hall da fama”, para reconhecer o trabalho dos políticos nessas áreas.

“Pedimos a todos que se informem, fiscalizem e acompanhem o trabalho dos que forem eleitos. Caso demorem a cumprir os compromissos assumidos – ou não o façam – cobrem os políticos e também relatem para a Rede [Nacional em Defesa da Vida e da Família]”, salienta Hanna.

Conscientização

O grande objetivo do programa é levar conscientização e formação sobre os temas relacionados à defesa da vida aos eleitos e aos eleitores a médio e longo do prazo. Ainda que dificilmente um projeto com a temática do aborto seja apresentado em uma Câmara Municipal, a ideia é que o vereador ou prefeito tenha conhecimento das políticas públicas que podem ser colocadas em prática em cada município, que possa transmitir informações corretas à população, que proponha a implantação de medidas em defesa da vida e da família em sua cidade – como uma semana de conscientização sobre a vida nas escolas -, e ainda que tenha argumentos e conhecimento para se posicionar quando for questionado ou tenha que se manifestar sobre essas questões.

“Muitas vezes falta informação. Queremos usar os recursos que já existem, no âmbito do Legislativo e do Executivo, para transformar a sociedade. Isso envolve também a conscientização nas escolas, nas unidades básicas de saúde e em outros locais”, explica Hanna.

Como acessar

Candidatos e eleitores que quiserem saber mais sobre o Programa Nacional de Legisladores pela Vida devem acessar o site e as mídias sociais da Rede Nacional em Defesa da Vida e da Família.

Site
Instagram @RedeNacionalEmDefesaDaVida
WhatsApp
Telegram

Fonte: Gazeta do Povo (22/10/2020).

você pode gostar também More from author

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.