A.DOT – APLICATIVO INOVADOR AUXILIA NOS PROCESSOS DE ADOÇÃO NO ESTADO DO PARANÁ

Entrevistas Especiais: adoção e os resultados alcançados com o aplicativo A.DOT

Além do Paraná, outros cinco estados brasileiros utilizam o aplicativo que facilita as adoções tardias

 

No mês da criança, o programa de rádio do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) produziu uma série de entrevistas especiais, que destacam temas relacionados à área da infância e juventude.

Nesta segunda edição, conversamos com o Juiz Auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça, Sergio Luiz Kreuz, que falou sobre o número de adoções realizadas no Paraná e como os magistrados utilizam alternativas inovadoras para conferir mais celeridade aos processos nessa área. Atualmente, 275 crianças e adolescentes estão em busca de um lar no Estado.

“São muitos avanços no Paraná na área da infância e juventude, com muitas ações e investimentos. Inclusive, com a capacitação das equipes técnicas e com a instalação de salas de depoimento especial – que estão disponíveis em quase a totalidade das Comarcas”, destacou.

A.DOT

O Juiz Auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça foi um dos idealizadores do aplicativo A.DOT, desenvolvido no Paraná em 2018. Ele surgiu com o objetivo de facilitar as adoções tardias e, atualmente, outros cinco estados brasileiros estão utilizando essa plataforma.

Durante a entrevista, ele explicou como é possível usar a ferramenta e quais foram os resultados alcançados nesses dois anos.

Confira o podcast.

Fonte: TJPR (16/10/2020)

você pode gostar também More from author

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.